Classe empresarial de Alagoinhas espera bom senso da gestão municipal na escolha da equipe da SEDEA, diz Domingos Pereira

O empresário Domingos Pereira externou a preocupação da classe empresarial na escolha da nova composição da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente(SEDEA) que será realizada pelo Governo Joaquim Neto. Apesar do segmento ter ficado satisfeito com a nomeação do também empresário Bruno Fagundes, atual presidente da CDL, para o comando da pasta, há o consenso de que sem a indicação de um corpo diretivo técnico para auxiliar Bruno, a secretaria não conseguirá desempenhar um bom papel.

ANUNCIE AQUI ZAP 75 9 9142-8915 (JACKSON SANTOS)

Em entrevista concedida ao programa Canal Aberto, da rádio 93 FM, no dia de ontem(29), Domingos elencou os desafios que a atual gestão terá que enfrentar e que afetam a atividade comercial no município, tais quais: as restrições ao horário de funcionamento do comércio, a ocupação das calçadas pelos ambulantes e a zona azul.

Para Domingos é preciso ouvir mais o comerciante e buscar formas de enfrentar o coronavirus sem a necessidade de fechamento do comércio, que é um trauma ainda sentido pelos empresários locais.

Em evento realizado pelas Forças Empresariais durante as eleições, o prefeito Joaquim Neto, então candidato, se comprometeu, caso fosse reeleito, a discutir a composição de todo o corpo diretivo da SEDEA com a classe empresarial. Neste ponto, o governo já começou com o pé direito ao acatar uma indicação do segmento para o comando da pasta. Porém, os empresários agora lutam para blindar a secretaria das indicações politicas de vereadores e partidos aliados sem o viés técnico.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

%d blogueiros gostam disto: