“Câmara vai apreciar auxilio-emergencial para profissionais do setor de eventos”, diz Geraldo Júnior

Nos próximos dias a Câmara de Salvador (CMS) vai votar o Projeto de Lei do Executivo para estabelecer o auxílio-emergencial municipal para trabalhadores do setor de eventos, com valor a ser definido pele Prefeitura de Salvador.

A expectativa do presidente do Legislativo Municipal, Geraldo Júnior (MDB),  é que num prazo de 48 horas o Executivo Municipal de Salvador encaminhe uma mensagem para o Legislativo com esse teor. Ontem (22) ele teve uma reunião com o prefeito Bruno Reis para tratar sobre o tema.

A medida vai beneficiar profissionais do setor de evento, em especial os instrumentistas, técnicos de sonorização, contrarregras, produtores e outras funções do setor poderão receber o auxílio do Executivo Municipal devido à pandemia da Covid-19. O pleito para o auxílio-emergencial para o setor de eventos foi de Geraldo Júnior.

“Agradeço a sensibilidade do prefeito Bruno Reis em acolher essa solicitação da área de eventos. Ele tem se empenhando nesta pandemia da Covid-19 em prol das vidas de Salvador e também está preocupado com o impacto que esta situação causa na economia da cidade e os danos para os trabalhadores”, afirmou Geraldo Júnior. 

Desde o início da pandemia, o presidente da Câmara tem estabelecido um diálogo com a Prefeitura de Salvador em prol dos empresários e trabalhadores de diversos setores da economia: “Colocaremos em pauta a apreciação de tão importante auxílio para esses valorosos profissionais da área de eventos. Vamos continuar enfrentando esse momento ruim juntos e trabalhando por saúde e assistência social nesta situação”.

Protesto

Um grupo de trabalhadores do setor de entretenimento estão manifestando em frente à Prefeitura de Salvador na manhã desta terça-feira (23). Vestidos de preto, a categoria quer chamar atenção do executivo municipal para dar apoio aos trabalhadores parados há mais de um ano por conta da pandemia da COVID-19.

Por: Redação BNews

%d blogueiros gostam disto: