Rebeca Andrade cai na entrada e termina final da trave fora do pódio

Rebeca Andrade se despediu do Mundial de Ginástica Artística de Kitakyushu, no Japão, com uma de ouro e outra de prata conquistadas neste sábado (23). Hoje (24), a brasileira caiu assim que subiu na trave e, apesar de uma apresentação limpa ao voltar, terminou fora do pódio na final do aparelho, que é o mais fraco do seu repertório.

Rebeca, de qualquer forma, não estava entre as favoritas. A brasileira teve apenas a nona melhor nota das eliminatórias, mas se classificou à final com a oitava vaga porque à frente dela ficaram três norte-americanas e somente duas atletas de cada país, no máximo, podem disputar uma mesma final. Ela precisaria cravar a série para brigar por uma medalha, o que não aconteceu devido à queda. Ficou com 12,500, em sexto. Se tirasse 0,033 a mais do que seu melhor da Olimpíada, ganharia bronze.

“Na ginástica tudo pode acontecer, tanto o acerto excepcional, quando o erro que você não quer. Terminei em sexto e estou muito feliz. É um aparelho que eu não me sinto tão segura, então estou bem feliz por tudo que eu fiz aqui. Não fiz a série completa, com todas as ligações, mas mantive a concentração, o controle do meu corpo. Foi interessante”, avaliou Rebeca, em entrevista ao SporTV.

O pódio da prova teve ouro para a japonesa Urara Ashikawa (14,100), única das nove finalistas que também estava na final do aparelho da Olimpíada, quando ficou em sexto. A alemã Pauline Schaefer-Betz (13,800), que já foi campeã mundial, terminou com a prata enquanto o bronze também ficou no Japão, com Mai Muramaki (14,733).

 

Fonte  BNews 

%d blogueiros gostam disto: