Robinho é condenado pela Corte de Cassação da Itália a 9 anos de prisão

A última instância do judiciário da Itália, a Corte de Cassação, confirmou nesta quarta-feira (19) a condenação do jogador Robinho a nove anos de prisão por violência sexual de grupo. Segundo o G1, a sentença vai sair em 30 dias e abrange ainda o amigo do jogador, Ricardo Falco.

Durante sessão, apenas um dos advogados de Robinho fez a sustentação oral, e afirmou que a relação entre a mulher e Robinho foi consensual.

Leia mais:

Divulgados trechos de interceptações no caso que Robinho é acusado de estupro: “a mulher estava completamente bêbada”

Em conversa telefônica, Robinho sugere a amigo voltar ao Brasil após acusação de estupro

Ainda segundo o G1, a vítima acompanhou a audiência. Ela disse que não queria comparecer ao tribunal, mas foi convencida pelo seu advogado.

Apesar da condenação em última instância, Robinho e Falco não poderão ser extraditados para a Itália, já que a Constituição de 1988 proíbe a extradição de brasileiros. Além disso, o tratado de cooperação judiciária em matéria penal entre Brasil e Itália, assinado em 1989, não prevê que uma condenação da justiça italiana seja aplicada no Brasil.

Fonte:BNews 

%d blogueiros gostam disto: