Comemorações do Mês da Mulher tem continuidade na Policlínica Municipal

Dando continuidade as comemorações do Mês da Mulher, a Policlínica Municipal juntamente com a Secretaria de Saúde (SESAU), realizou nesta quinta-feira (10) uma manhã de palestras e informações para as pacientes que estavam no local. Durante a ação, foram destacados os caminhos que as mulheres conheçam sobre os seus direitos e a rede de proteção existente em Alagoinhas.

Segundo a coordenadora da Policlínica Municipal de Alagoinhas, Verilda Alcântara, o evento trouxe a importância de abordar temas relevantes para as mulheres. “A gente vê que existe a necessidade de falar um pouco mais desses temas. Por isso, a Policlínica também está trazendo essas informações, os avanços e a importância da mulher. Também foi feito esclarecimento acerca de vários temas nesse primeiro momento. Nós vamos promover outras ações, outros momentos para sempre que necessário e possível a gente possa estar levando conhecimento a população”, explicou a gestora.

Durante a ação foi destacado a rede de proteção para as mulheres existentes no município. “Se tem alguém sofrendo processo de violência e não sabe o que fazer,  temos os serviços da Prefeitura, como o CRAM que tem advogado, assistente social e psicólogo pra atender mulheres especificamente em situações de violência. Temos casa de acolhimento para situações de emergência, a patrulha Maria da Penha, além da nossa Delegacia da Mulher (DEAM). É necessário destacar esses serviços para dizer que as mulheres tem sim uma rede de proteção e que todas temos direito a liberdade e a vida”, afirma Renata Fortaleza, presidente do Conselho de Defesa das Mulheres.

A advogada Islane Alcântara também foi uma das convidadas para palestrar durante o evento. Para ela, destacar os direitos das mulheres é imprescindível. “As leis e normas existem e estão aqui para proteger as mulheres. São elas que garantem os direitos fundamentais e direitos essenciais como o direito à vida, o direito à liberdade, direito à igualdade, direito civil e político. Essas garantias são tão importantes por quê garantem os direitos como sexuais e reprodutivos, dar garantia da autonomia das mulheres nas decisões do próprio corpo, na liberdade de expressão de sua orientação sexual”, explica.

Estiveram presentes Mariana Ganem conselheira de Defesa das Mulheres, a assistente social Gilzeane Souza, a assessora técnica da SESAU Liana Cajado e toda a equipe da Policlínica Municipal.

Confira mais imagens:



Foto: Roberto Fonseca/ SECOM

Fonte : SECOM/Alagoinhas

%d blogueiros gostam disto: