No dia 7 de Agosto, o destino de milhares de atletas do ciclismo já está definido. Pelo 16º ano consecutivo, Alagoinhas irá realizar o Marathon Bike, uma das mais procuradas provas de Mountain Bike do país, que na última edição atraiu 1.112 competidores. Para completar a festa do esporte, na véspera será realizada a 7ª edição do Marathon Night Run (para corredores amadores e profissionais), além do Congresso Técnico, momento crucial para os atletas participantes do mais importante evento de ciclismo do Nordeste. Com uma grande estrutura e organização ímpar, o evento tem o apoio da Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo (SECET). O Marathon Bike pode ser caracterizado como uma atividade de Turismo, uma vez que sua grande procura irá movimentar a economia da cidade, sobretudo o setor hoteleiro e de serviços. A largada do 16º Marathon Bike acontecerá às 8h, defronte à Praça dos Esportes, em vias de ser inaugurada pela gestão municipal, localizada na Avenida Luiz Viana.”Esse é um grande evento que já virou tradição em nossa cidade, por isso não poderia deixar de ter o apoio da nossa gestão, uma vez que promove saúde, entretenimento e movimenta nossa economia, levando o nome de Alagoinhas para fora do estado”, declarou o prefeito Joaquim Neto. De acordo com Jiovane Paulino, criador do Marathon Bike Alagoinhas, há 18 anos existia apenas uma maratona de Mountain Bike na Bahia e outras poucas no restante do país. “Após uma participação que fiz em um destes eventos, foi despertada uma paixão que me motivou a organizar uma competição deste modelo aqui em Alagoinhas. Descobrimos uma região muito rica e apta para a prática desta modalidade, que foi sucesso já na primeira edição e não tardou para sermos reconhecidos oficialmente como o maior e melhor evento da modalidade no Nordeste”. Jiovane também disse que em 2022 era para estar sendo realizada a 18° edição do Marathon Bike, “mas tivemos que parar por dois anos por conta da pandemia. Graças a Deus, este ano estamos retornando com força total!”. O Montain Bike é uma categoria do ciclismo que nasceu nas montanhas da Califórnia, praticada por pessoas aventureiras e surfistas que procuravam diversão em dias sem onda. Ao contrário de muitos eventos que lutam para serem inseridos no calendário oficial, o Marathon Bike integra, por meio de convite, o Ranking brasileiro da modalidade XCM de Montain Bike e o Ranking baiano XCM, na qual os terrenos misturam trechos de terra, trilhas e asfalto. Inscrições As inscrições estão abertas até o dia 15 de julho neste link: https://www.marathonbike.com.br/. Os interessados podem optar pelo PERCURSO A (Categorias Oficiais com aproximadamente 70 km), PERCURSO B (Categorias não oficiais com aproximadamente 50 km) ou PERCURSO C (Categoria exclusiva para iniciantes e adéptos de cicloturismo 30 km). Todos terão direito ao Kit do Atleta contendo: 1 camisa de ciclismo personalizada do evento, 1 squeeze personalizado do evento, 1 sacochila personalizada do evento, 1 placa de indentificação para a bike, 1 pulseira para alimentação e hidratação pós prova e 1 seguro atleta. Premiação Os cinco primeiros colocados das categorias não oficiais receberão troféu; a premiação em dinheiro e medalha de colocação são restritas às categorias oficiais; e todos os atletas que completarem aprova terão direito a uma Medalha de Participação. Turismo Esportivo De acordo com a secretária de Cultura, Esporte e Turismo Iraci Gama o Turismo é a indústria sem chaminé, que não polui e dá o melhor resultado. Além do Turismo Ecológico, de Negócios e Cultural, ela destaca o Turismo Esportivo como muito valioso para a saúde, para o conhecimento e para a economia porque, no deslocamento, se tem a necessidade de gastos com alimentação e hospedagem “ou seja, esse Turismo mexe com o corpo, com a cabeça e com a alma porque mostra lugares bonitos, permite o contato com outras pessoas e a troca de informações”. Ela também ressaltou o uso cada vez maior da bicicleta na região, ” tem gente, inclusive de idade avançada, que está trocando o carro pela bicicleta, até mesmo para ir de uma cidade para outra e isso é importantíssimo. As pessoas estão optando pela saúde e estão escolhendo o turismo para essa busca de saúde”. Por fim, a secretária Iraci chamou a atenção para a necessidade dos governos “observarem aquilo que a comunidade está querendo e indicando como benéfica para si. É preciso que os governos municipais, estaduais e mesmo o Governo Federal levem em conta essas opções para fazerem investimentos na área, como nas ciclovias que facilitam essa movimentação e, consequentemente, a segurança. Então vamos ao Turismo Esportivo. É preciso, é necessário, é bom, é bonito e faz bem ao corpo e à alma”.

No dia 7 de Agosto, o destino de milhares de atletas do ciclismo já está definido. Pelo 16º ano consecutivo, Alagoinhas irá realizar o Marathon Bike, uma das mais procuradas provas de Mountain Bike do país, que na última edição atraiu 1.112 competidores. Para completar a festa do esporte, na véspera será realizada a 7ª edição do Marathon Night Run (para corredores amadores e profissionais), além do Congresso Técnico, momento crucial para os atletas participantes do mais importante evento de ciclismo do Nordeste.

Com uma grande estrutura e organização ímpar, o evento tem o apoio da Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo (SECET). O Marathon Bike pode ser caracterizado como uma atividade de Turismo, uma vez que sua grande procura irá movimentar a economia da cidade, sobretudo o setor hoteleiro e de serviços.

A largada do 16º Marathon Bike acontecerá às 8h, defronte à Praça dos Esportes, em vias de ser inaugurada pela gestão municipal, localizada na Avenida Luiz Viana.”Esse é um grande evento que já virou tradição em nossa cidade, por isso não poderia deixar de ter o apoio da nossa gestão, uma vez que promove saúde, entretenimento e movimenta nossa economia, levando o nome de Alagoinhas para fora do estado”, declarou o prefeito Joaquim Neto.

De acordo com Jiovane Paulino, criador do Marathon Bike Alagoinhas, há 18 anos existia apenas uma maratona de Mountain Bike na Bahia e outras poucas no restante do país.  “Após uma participação que fiz em um destes eventos, foi despertada uma paixão que me motivou a organizar uma competição deste modelo aqui em Alagoinhas. Descobrimos uma região muito rica e apta para a prática desta modalidade, que foi sucesso já na primeira edição e não tardou para sermos reconhecidos oficialmente como o maior e melhor evento da modalidade no Nordeste”. Jiovane também disse que em 2022 era para estar sendo realizada a 18° edição do Marathon Bike, “mas tivemos que parar por dois anos por conta da pandemia. Graças a Deus, este ano estamos retornando com força total!”.

O Montain Bike é uma categoria do ciclismo que nasceu nas montanhas da Califórnia, praticada por pessoas aventureiras e surfistas que procuravam diversão em dias sem onda.  Ao contrário de muitos eventos que lutam para serem inseridos no calendário oficial, o Marathon Bike integra, por meio de convite, o Ranking brasileiro da modalidade XCM de Montain Bike e o Ranking baiano XCM, na qual os terrenos misturam trechos de terra, trilhas e asfalto.

Inscrições

As inscrições estão abertas até o dia 15 de julho neste link: https://www.marathonbike.com.br/. Os interessados podem optar pelo PERCURSO A (Categorias Oficiais com aproximadamente 70 km), PERCURSO B (Categorias não oficiais com aproximadamente 50 km) ou PERCURSO C (Categoria exclusiva para iniciantes e adéptos de cicloturismo 30 km).  Todos terão direito ao Kit do Atleta contendo:  1 camisa de ciclismo personalizada do evento, 1 squeeze personalizado do evento, 1 sacochila personalizada do evento, 1 placa de indentificação para a bike,  1 pulseira para alimentação e hidratação pós prova e  1 seguro atleta.

Premiação

Os cinco primeiros colocados das categorias não oficiais receberão troféu; a premiação em dinheiro e medalha de colocação são restritas às categorias oficiais; e  todos os atletas que completarem aprova terão direito a uma Medalha de Participação.

Turismo Esportivo

De acordo com a secretária de Cultura, Esporte e Turismo Iraci Gama o Turismo é a indústria sem chaminé, que não polui e dá o melhor resultado. Além do Turismo Ecológico, de Negócios e Cultural, ela destaca o Turismo Esportivo como muito valioso para a saúde, para o conhecimento e para a economia porque, no deslocamento, se tem a necessidade de gastos com alimentação e hospedagem “ou seja, esse Turismo mexe com o corpo, com a cabeça e com a alma porque mostra lugares bonitos, permite o contato com outras pessoas e a troca de informações”.

Ela também ressaltou o uso cada vez maior da bicicleta na região, ” tem gente, inclusive de idade avançada, que está trocando o carro pela bicicleta, até mesmo para ir de uma cidade para outra e isso é importantíssimo. As pessoas estão optando pela saúde e estão escolhendo o turismo para essa busca de saúde”.

Por fim, a secretária Iraci chamou a atenção para a necessidade dos governos “observarem aquilo que a comunidade está querendo e indicando como benéfica para si. É preciso que os governos municipais, estaduais e mesmo o Governo Federal levem em conta essas opções para fazerem investimentos na área, como nas ciclovias que facilitam essa movimentação e, consequentemente, a segurança. Então vamos ao Turismo Esportivo. É preciso, é necessário, é bom, é bonito e faz bem ao corpo e à alma”.

 

%d blogueiros gostam disto: