Síndica e amante são presos por suspeita de matarem homem após briga de condomínio

A síndica de um condomínio na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e o amante dela, que trabalhava como supervisor no local, foram presos nesta terça-feira (16) por suspeita de terem participado do assassinato de um morador do edifício. As informações são do “RJ1”, na TV Globo.

A vítima, identificada como o empresário Carlos Eduardo Monttechiari, teria descoberto que a mulher estava desviando recursos do condomínio. A mulher teria desviado, através de notas fraudulentas, um total de R$ 800 mil. Ela então teria se juntado ao parceiro para cometer o crime. 

Segundo moradores ouvidos pela polícia, a vítima já tinha sido síndico do condomínio e constantemente reclamava das atitudes da gestora. Carlos Eduardo havia marcado uma reunião para apresentar provas contra a mulher, mas acabou sendo assassinado quatro dias antes. O assassinato ocorreu no dia 1º de fevereiro. 

Carlos estava dentro de um carro, na frente do terreno que alugava, na Vila Kosmos, na Zona Norte, quando um homem o abordou e atirou. 

Por: Redação BNews

%d blogueiros gostam disto: