‘Se não chegar vacina para rodoviários, faremos um blecaute do serviço’, crava diretor do Sindicato

O diretor de comunicação do Sindicato de Rodoviários da Bahia, Daniel Mota afirmou ao BNews que caso a categoria não seja inclusa no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19, a tendência é que o serviço pare na cidade nas próximas semanas. A declaração foi dada na manhã desta quarta-feira (24), durante uma mobilização dos trabalhadores para pleitear a imunização na estação de transbordo da Lapa, em Salvador. 

De acordo com Mota, pelo menos, 22 profissionais morreram por complicações da doença nesse período de pandemia. 

“Hoje pensávamos em parar a cidade, sem nem sair da garagem, porém, não fizemos. Continuaremos nesse pacto com a Federação Nacional dos Trabalhadores de Transportes para defender a vida, se nada mudar, faremos um protesto com maior amplitude e, se for necessário, vamos fazer um blecaute nas atividades”, disse o diretor. 

Para ele, a mobilização na capital e em todo o país é um recado para o Governo Federal já que os coletivos são pontos para propagação do vírus. “O negacionismo de que a vacina não é eficaz, que não tem vírus, estimulando a não usar máscara e fazer aglomeração prejudicou muito esse processo, mas precisamos sim ser imunizados”, bradou. 

Por: João Brandão/Aline Reis

%d blogueiros gostam disto: