Fiocruz aponta que hospitalização de adultos jovens por Covid-19 subiu mais de 500% no Brasil

Um estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) indica que, enquanto é possível notar um aumento geral de casos novos casos de Covid-19 no Brasil entre o começo do ano e meados de março – algo na ordem de 316,68% – , o número de hospitalizações em faixas etárias de adultos mais jovens saltaram mais de 500%. 

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, os dados são do Boletim Observatório Fiocruz Covid-19 finalizado nesta sexta (26). O documento mostra que na faixa dos 30 aos 39 anos, o aumento foi de 565,08% entre a primeira semana epidemiológica do ano, entre 3 e 9 de janeiro, e a 10ª semana epidemiológica, de 7 a 13 de março. Os números saíram do patamar de 440 para 2.923 hospitalizações

Entre pacientes de 40 a 49 anos, o salto foi de 626%. Foram 626 pessoas internadas dessa faixa etária na primeira semana de janeiro, contra 4.548 na semana de meados de março. Já entre  aqueles que têm entre 50 e 59 anos, o aumento chegou a 525,93%, saltando de 898 para 5.620 internações no período analisado pela Fiocruz.

Na faixa etária de 20 a 29 anos, o salto foi menor. Também segundo a publicação, na primeira semana de janeiro, 302 pessoas estavam hospitalizadas, contra 1.074 na semana de março – um aumento de 255% em pacientes destas idades. 

As mortes por Covid-19, por sua vez, tiveram um salto menor nas mesmas faixas etárias, embora também expressivo: 352,62% entre os que têm de 30 a 39 anos; 419,23% entre os que têm de 40 a 49 anos; e de 317,08% entre os que tem de 50 a 59 anos.

Os dados coletados no SivepGripe da Fiocruz, que registra as Síndromes Respiratórias Agudas Graves no País, também concluem que o Brasil se encontra em uma situação de colapso do sistema de saúde. Os pesquisadores argumentam que o ritmo lento em que se encontra a vacinação contribui para prolongar a duração da pandemia.

Por: Redação BNews

%d blogueiros gostam disto: