Morre Príncipe Philip aos 99 anos

Morreu, aos 99 anos, o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, nesta sexta-feira (09), no Palácio de Buckingham, Reino Unido.

A causa da morte ainda não foi relevada. O príncipe iria completar 100 anos em junho deste ano. Em fevereiro, Philip precisou ser internado e passou por uma cirurgia cardíaca, recebendo alta um mês depois. “É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anuncia a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo”, disse o palácio em nota.

Ainda de acordo com o comunicado, o príncipe faleceu esta manhã no Castelo de Windsor e, novos anúncios serão dados no tempo certo. Mas, neste momento, a Família Real estará reunida com as pessoas em luto por sua perda.

História

Philip da Grécia e da Dinamarca nasceu no dia 10 de junho de 1921.

Ele e a rainha se casaram em 20 de novembro de 1947, quando Elizabeth ainda era princesa. Eles se conheceram em 1939, quando a futura rainha ainda tinha 13 anos e o príncipe 18. “Lilibet”, apelido dado à rainha ainda princesa, disse que sentiu amor à primeira vista ao ver o homem louro e alto de olhos azuis, porém, ele não sentiu nada por Elizabeth.

Philip Mountbatten foi enviado para Malta, mas a carreira militar teve de ser interrompida por conta da entrada da rainha ao trono, em 1952, aos 25 anos, fazendo o príncipe renunciar ao militarismo. Vale lembrar que ele ingressou na Marinha Britânica e participou ativamente na Segunda Guerra Mundial.

Philip, então, passou a desempenhar um papel secundário ao lado da rainha, onde a acompanhava em visitas reais. Porém, há algum tempo, o príncipe foi alvo da imprensa por conta dos comentários que realizava, às vezes espontâneos, outros inadequados e, muitas vezes, racistas. Exemplo foi, em 1986, quando aconselhou estudantes britânicos na China a não continuarem no país por muito tempo para não acabarem com os “olhos rasgados”. 

Já em uma visita à Austrália, em 2002, Philip perguntou a um aborígene se “ainda disparava flechas”. Outra ocasião com falas preconceituosas foi quando o príncipe respondeu a um garoto que gostaria de ser astronauta: “nunca poderá voar, está muito gordo”.

Apesar de todas as falas polêmicas, o príncipe conseguiu ganhar a simpatia dos britânicos com o trabalho incentivando quase 800 organizações.

Por: Redação BNews

%d blogueiros gostam disto: