Alagoinhas sedia o lançamento do Plano de Ação Territorial Citricultura Litoral Norte e Agreste Baiano

Alagoinhas sediou, nesta terça-feira (29), o lançamento do Plano de Ação Territorial (PAT) Citricultura Litoral Norte e Agreste Baiano, na Câmara Municipal de Vereadores. A ação faz parte do Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER), do Banco do Nordeste, e tem apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura. Nela, os citricultores da região do Riacho da Guia terão Assistência Técnica Rural (ATER), na elaboração de projetos cítricos e análise do solo para credenciar o citricultor ao financiamento do PRODETER.

O PAT é uma ferramenta utilizada por um grupo formado por representantes governamentais, empresariais, entidades de classe, produtores rurais, Instituições de pesquisas e de ensino, dentre outros, que discutem e definem propostas que tenham por objetivo o fortalecimento a cadeia produtiva na Agricultura. A metodologia do PRODETER, estratégia do Banco do Nordeste que visa contribuir com o desenvolvimento territorial e local por meio da organização, fortalecimento e elevação da competitividade das atividades econômicas em determinada área de atuação.

O evento de lançamento do PAT contou com Palestras Técnicas do Dr. Nilton Caldas, pesquisador CGT-SEPLAN-BA, e do representante da ADAB Dr. Ricardo Motta. Também foi realizada uma Palestra Negocial, com o representante do SEBRAE Eberval Cristo.

Divulgação

Compuseram a mesa solene, Jessé Bicodepena, representando a Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAG); a vereadora Jucy Cardoso; o representante da SEAGRI-BA Dr. Assis Ribeiro; o representante da SDR/BAHIATER/SETAF Litoral Norte e Agreste Baiano, Joel da Silva; os representantes do Consórcio Litoral Norte e Agreste Baiano, Antonio Dias Marques e Luciana Assunção Ferreira; a representante da Superintendência Estadual do Banco do Nordeste, Marilda Galindo, a representante do Colegiado do Litoral Norte e Agreste Baiano, Helena Lisboa; o representante dos Citricultores do Litoral Norte e Agreste Baiano, Jurandir dos Santos; o representante da EMBRAPA Mandioca e Fruticultura, Dr. Maurício Filho, a representante do IF BAIANO – Campus Catu, DRª Georgia Xavi; o representante da ADAB, Dr. Ricardo Mota; o representante do SEBRAE, Anderson Nascimento; a coordenadora do comitê gestor territorial Citricultura Litoral Norte e Agreste Baiano, Dra. Verônica Moitinho; além do presidente do SINDSUCOS-BA e as empresas Topfruit Nordeste e Mudas Agronordeste, representadas por Luiz Hermida e Matheus Vinícius Revoredo, respectivamente.

Na ocasião foram apresentadas as demandas da Citricultura do Litoral Norte, assim como foram discutidas questões sobre o incremento na produtividade da citricultura com atuação nos eixos insumos, produção e comercialização.

Confira alguns momentos:

 

Fotos: Divulgação

Fonte: Secom/Alagoinhas
%d blogueiros gostam disto: